COVID-19: como adaptar o seu negócio

O aparecimento de um novo coronavírus veio alterar rotinas e comportamento um pouco por todo o mundo. Em Portugal, a declaração do estado de emergência obrigou a que grande parte das empresas e negócios fossem obrigados a fechar portas. Adaptar é agora palavra de ordem.

Seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde, o Governo português e a Direção Geral da Saúde apresentaram medidas com o intuito de controlar a pandemia no território nacional. A circulação de pessoas é limitada e abertos agora estão apenas o comércio e serviços essenciais.

A par das preocupações com o COVID-19, chegam as preocupações com a crise económica que chegará depois. Para minimizar o impacto da pandemia na economia portuguesa, o estado apresentou algumas medidas de apoio às empresas. Para além destas, é preciso repensar e adaptar o futuro do seu negócio.

Como? Damos-lhe algumas dicas.

1. Aposte na loja online

O e-commerce tem hoje, mais do que nunca, um lugar de destaque. As necessidades de compra existem e, com grande parte do comércio encerrado, comprar online pode ser a única opção viável. Mesmo para o comércio que continua de portas abertas, comprar online oferece aos clientes mais conforto e segurança na hora de fazer as suas compras. Usufrua da sua loja online para alcançar vendas e tenha sempre atenção aos direitos dos consumidores.

2. Entregas ao domicílio

Independentemente do e-commerce, as entregas ao domicílio são também uma boa alternativa. Em áreas de negócio como a restauração, fazer entregas em casa é uma boa forma de obter lucros e minimizar o impacto de ter o seu estabelecimento fechado. Através de contacto telefónico ou até mesmo via WhatsApp, pode receber as encomendas dos seus clientes e entregar os produtos casa.

3. Aumente a presença nas redes sociais

As redes sociais aproximam-nos, tanto nas relações pessoais como nas comerciais. O momento atual é ideal para utilizar as redes sociais para estar mais próximo dos seus clientes e potenciais clientes. Partilhar informações relevantes e fidedignas, promover a entreajuda na comunidade ou mostrar-se atento e solidário com a situação são excelentes formas de estabelecer uma relação de confiança e proximidade com os seus clientes. 

4. Mantenha o atendimento a cliente

Um bom serviço de atendimento ao cliente é essencial para o sucesso do negócio. E, mesmo sem possibilidade de prestar o serviço presencialmente, pode fornecer alternativas viáveis a ambas as partes. Para além das formas mais usuais de contacto, como o telefone ou o e-mail, pode diferenciar o atendimento tirando partido de outras ferramentas. Utilizar o chat do Facebook ou a plataforma Zoom, que facilita as conversações em videochamada, são opções que pode facilmente adotar e continuar a prestar um serviço de qualidade e um tempo de resposta célere.

5. Trabalhar remotamente

Mesmo para as empresas que já permitiam aos colaboradores trabalharremotamente, ter a totalidade da empresa ou grande parte dela “ausente” é uma novidade. Nesta fase atípica, opte por manter reuniões de equipa constantes de forma a que a equipa se mantenha interligada e existam pontos de situação constantes sobre o trabalho de cada um. Plataformas como o Microsoft Teams ou o Zoom ajudam a que se mantenham interligados. Como se trata de um software na cloud, podendo ser utilizado em qualquer local e a qualquer hora, o Drive FX pode dar aqui uma ajuda. Conheça a oferta Remote Work para saber mais.

6. Garante a segurança dos seus colaboradores e clientes

Alguns negócios essenciais continuam a funcionar com a maior normalidade possível. Este é o caso de negócios como farmácias, supermercados ou bombas de gasolina, que continuam abertos ao públicos ainda que condicionados em termos de horários ou do números de pessoas permitido por m2. Caso não feche portas, deve garantir a máxima segurança e o menor risco de contágio dos seus colaboradores e clientes. Segundo as recomendações da DGS, deve adquirir equipamentos e produtos que zelem pela segurança de todos – como máscaras, viseiras, acrílicos ou gel desinfetante. Para além de preservar a segurança de todos, ao mostrar que cumpre as normas de segurança, ganha a confiança dos seus clientes.